Recado dado pela China e desprezado por Bolsonaro gera prejuízo bilionário para o Brasil

E os problemas comerciais e políticos do Brasil podem estar apenas começando…..

china3

No dia 31 de Outubro, a revista “Pequenas Empresas & Grandes Negócios” publicou uma matéria repercutindo uma dura mensagem do governo chinês ao então presidente eleito Jair Bolsonaro no sentido de que não ele não atrapalhasse as relações comerciais Brasil-China.

china 0

Desnecessário dizer que o que se viu entre o dia da eleição e o pós-Carnaval 2019 foi uma total desconsideração do recado dado pelo governo chinês em prol de um alinhamento tacanha com a retórica emanada do Departamento de Estado dos EUA. Fosse por meio do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, ou do próprio presidente Jair Bolsonaro, o que se viu foi uma série de declarações demonizando a China, no que se configurou uma das ações mais destrambelhadas do atual governo brasileiro.

E por que essas declarações seriam destrambelhadas? As razões para essas são muitas, mas a principal é de que não apenas a China é atualmente o maior parceiro comercial não apenas do Brasil, mas também dos EUA.  Aí não é preciso ser nenhum grande expert em comércio internacional para saber que o mais sábio seria evitar se embrenhar nas disputas espinhosas que estão sendo travadas pelo governo de Donald Trump com o governo chinês, sob pena de sofrer duras consequências no plano econômico.

Mas como sabedoria não é o forte do governo Bolsonaro, a China já enviou dois recados duros para a dupla Araújo-Bolsonaro que deverão agravar ainda mais a crise econômica que o Brasil vive neste momento e, por extensão, também os problemas políticos do atual governo.  O primeiro foi a retomada pela China das compras da soja produzida pelos EUA. Esta opção chinesa pela soja estadunidense deverá com que os produtores brasileiros de soja arquem com prejuízos bilionários pela simples ausência de outros compradores para o montante que a China agora comprará dos EUA, já que em 2018 o país asiático comprou 86% da produção brasileira.

china 2

O segundo recado é ainda mais problemático porque sinaliza que a China não mais fará investimentos bilionários na área da infraestrutura no âmbito do “Fundo de Cooperação Brasil-China para Expansão da Capacidade Produtiva“, a começar pela suspensão de um projeto que financiaria a distribuição da energia gerada pela hidrelétrica de Belo Monte.

china 1

A falta de senso por parte do governo Bolsonaro sobre o papel econômico cumprido pela China parece ser total, na medida em que em vez de visitar primeiro o nosso principal parceiro comercial, Jair Bolsonaro visitará primeiro países como EUA, Chile e Israel, onde o que conta não é a situação complicada em que se encontra a economia brasileira, mas sim a alegada “batalha cultural” que norteia as ações do atual governo. E o pior é que além da alienar a China, Jair Bolsonaro ainda arrisca exponencializar as contradições já abertas com os países árabes que também compram parte considerável da produção do agronegócio brasileiro.

Tudo isso colocado junto aponta para um isolamento político e econômico do Brasil em relações aos seus principais parceiros  comerciais, justamente num momento em que a economia brasileira mais depende da exportação de commmodities agrícolas e minerais para não entrar no vermelho em sua balança comercial. Aliás, fico só imaginando a cara dos latifundiários que apoiaram Jair Bolsonaro na esperança de aumentar seus ganhos e agora se vêem na iminência de terem prejuízos bilionários por causa dele.

Enquanto isso, Donal Trump se prepara para receber Jair Bolsonaro por míseros 20 minutos na Casa Branca, enquanto retoma as vendas dos produtos agrícolas estadunidenses para os chineses. E la nave va…..

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s