Os ultra-ricos de todo o mundo ficaram ainda mais ricos com a crise causada pelo coronavírus

A riqueza total dos bilionários possuidores de mais de 2 bilhões de dólares subiu para gigantescos 10,2 trilhões de dólares

champagneCapitalismo, uma história de amor – mas apenas para os ricos. Foto: dpa / Britta Pedersen

A crise causada pelo coronavírus deixou os super-ricos em todo o mundo ainda mais ricos. Os ativos totais dos bilionários que possuem fortunas de mais de 2 bilhões de dólares em todo o mundo atingiram um valor recorde de cerca de 10,2 trilhões de dólares (8,7 trilhões de euros) no final de julho, também graças à recuperação das bolsas. A informação é baseada em cálculos da consultoria PwC e do grande banco suíço UBS, publicados na quarta-feira. De acordo com o estudo, os envolvimentos em áreas de rápido crescimento, como tecnologia e saúde, provaram ser os principais impulsionadores desse aumento de riqueza em meio a uma pandemia letal..

A enorme fortuna é, portanto, distribuída entre 2.189 homens e mulheres. Convertido em euros, a soma é mais do que o dobro da produção econômica anual total da Alemanha tida como a maior economia da Europa (2019: pouco menos de 3,5 trilhões de euros). Dinheiro, imóveis, bens de luxo, bem como ações e ativos da empresa foram levados em consideração. As obrigações financeiras foram deduzidas deste cálculo.

Na Alemanha, a riqueza líquida dos ultra-ricos subiu para US$ 594,9 bilhões no final de julho, após uma queda no início da pandemia de COVID-19. Na última investigação (em março de 2019), era de US$ 500,9 bilhões. O clube dos super-ricos alemães cresceu de 114 para 119 membros. Após a eclosão da pandemia, os bilionários alemães alcançaram o maior crescimento nas áreas de tecnologia (mais 46%), saúde (mais 12%) e finanças (mais 11%).

Tradicionalmente, tem havido relativamente poucas mudanças no alto patrimônio líquido na Alemanha, explicou Maximilian Kunkel, estrategista-chefe de investimentos do UBS para a Alemanha. “A COVID-19 está agora acelerando o crescimento dos ativos a uma taxa acima da média em áreas orientadas para a inovação, como o setor de tecnologia ou saúde, causando uma mudança nos ativos.”

De acordo com as suas declarações, os empresários nestas áreas têm beneficiado nos últimos meses com o fato de as perdas de receitas a curto prazo terem sido limitadas, enquanto as perspectivas a longo prazo melhoraram significativamente em alguns casos.

De acordo com um ranking publicado recentemente pelo Manager Magazin, os alemães mais ricos são provavelmente a família Reimann, com uma fortuna estimada em 32 bilhões de euros. Em segundo lugar está o fundador do Lidl, Dieter Schwarz, com uma fortuna estimada em 30 bilhões de euros. Os vencedores do terceiro lugar são os irmãos Susanne Klatten e Stefan Quandt, que possuem quase metade das ações da BMW. Como resultado da crise da Corona, seus ativos caíram 1,5 bilhão de euros, para cerca de 25 bilhões de euros.

Uma lista do “Welt am Sonntag” publicada em 20 de setembro, porém, chegou à conclusão de que o fundador do Lidl, Schwarz, é o alemão mais rico – com uma fortuna estimada em 41,8 bilhões de euros. A família Reimann segue em segundo lugar com 21,45 bilhões de euros. Segundo o jornal, o ranking do “Welt am Sonntag” também foi uma estimativa.

No entanto, os super-ricos também sentiram a turbulência do início da crise do coronavírus, que, entre outras coisas, provocou uma queda acentuada das cotações das ações na bolsa. De acordo com o estudo, as semanas imediatamente após a eclosão da pandemia em particular contribuíram para que a riqueza global total dos bilionários encolhesse em cerca de 6,6 por cento, para 8 trilhões de dólares, entre março de 2019 e abril de 2020. O clube dos super-ricos perdeu temporariamente 43 membros. A partir de abril, iniciou-se uma fase de recuperação em que os ativos totais aumentaram cerca de 28 por cento no final de julho de 2020. dpa / nd

fecho

Este artigo foi publicado originalmente em alemão e publicado pela Neus Deustchland [Aqui!].

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s