O Fim do Twitter

A revolução a partir das bases continua, mas não estou mais no Twitter

wanted

Por Leonid Schneider para o “Forbetterscience”

Muitos de vocês notaram que minha conta no Twitter com 13.400 seguidores foi suspensa. Provavelmente permanentemente, mas não voltarei ao Twitter de qualquer maneira. Eu tentei, não deu certo e na verdade não estou descontente com isso.

A razão pela qual fui suspenso foi uma campanha contínua de nazistas franceses e outros fetichistas da cloroquina jorrando anti-semitismo, xenofobia, misoginia e ameaças de violência letal. Eles continuaram me denunciando por ridicularizar os crimes que eles e seus próprios ídolos cometem várias vezes ao dia no Twitter e na vida real, sem quaisquer sanções das autoridades francesas. Fui banido porque eles me relataram como uma Célula Terrorista de Um Judeu Neonazi.

O Twitter (como o Facebook, que parei de usar ativamente há muito tempo) é uma empresa global que só responde a seus investidores e clientes empresariais bilionários. Ele policia sua gama de produtos (ou seja, a comunidade humana do Twitter) pelo algoritmo com base em quantos relatórios recebe sobre produtos estragados. Isentos são, é claro, celebridades fascistas e charlatães, você deve se lembrar que as contas de Donald Trump e Steve Bannon só foram suspensas quando essas pessoas perigosas perderam completamente seu poder político e, portanto, seu apelo comercial. Ou você realmente acha que o Twitter teria suspendido a conta de Trump se sua tempestade fascista no Capitólio tivesse sucesso e os EUA se tornassem uma ditadura fascista?

Por causa dos ataques coordenados por nazistas franceses que questionaram o fato de eu ser um judeu rebelde, fui sancionado pelo Twitter várias vezes antes de minha conta ser permanentemente suspensa. Qual foi a última gota? Eu satirizei os ataques cruéis a cientistas que discutem a teoria de vazamento de laboratório da pandemia COVID-19. Cientistas que apenas apontam a falta de todas as evidências de origem zoonótica ou “arenque vermelho congelado”. Cientistas que meramente fazem referência à literatura revisada por pares sobre pesquisa de coronavírus de ganho de função em Wuhan e em outros lugares, documentos oficiais ou o desaparecimento bizarro deles, registros de vazamentos anteriores e violações de segurança, mentiras constantes do Partido Comunista Chinês e os relatos da mídia citando as mesmas pessoas que agora tentam agressivamente silenciar todos que sequer mencionam o vazamento de laboratório.

O Twitter era um vício doentio para mim de qualquer maneira, eu perdia muito tempo com isso, tempo que eu poderia ter usado de forma mais produtiva. A única coisa que sinto falta em estar no Twitter são as informações úteis que tenho descoberto ocasionalmente e os meios de comunicação com meus leitores. Isso não precisa acabar. Você pode compartilhar essas informações comigo, basta entrar em contato comigo por e-mail, através do meu telefone (WhatsApp e Signal), mensagem direta do Facebook ou LinkedIn, ou através do formulário de contato do meu site:

O Leonid Schneider restante no Twitter é falso (é você, Ajan? Ou você, Fred Frontiers?), E em breve poderá haver mais desses, agora que o verdadeiro foi banido. Curiosamente, uma vez relatei aquela falsa conta por se passar por mim usando minha foto e meus desenhos. O Twitter me fez enviar uma digitalização de minha identidade pessoal para provar que sou Leonid Schneider. Depois disso, o Twitter me informou que não havia nada de errado com aquela conta de falsificador tweetando conspirações COVID-19. Então agora eu realmente me tornei o falso Leonid Schneider, e esta é a mídia social para você. Agora estou ansioso para ser processado por contas falsas com minha identidade roubada.

Como você sabe, fui processado várias vezes, inclusive por causa de tweets. Então, novamente, talvez não seja uma perda tão grande estar fora do Twitter. Os processos judiciais são caros, se você pode me apoiar , você pode fazê-lo consultando o final da versão em inglês deste texto.

fecho

Este texto foi originalmente escrito em inglês e publicado no blog “Forbetterscience” [Aqui!].

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s