Inacessibilidade no campus: a degradação do patrimônio que a reitoria da UENF não vê (ou finge que não vê)

Tocando mais uma vez no assunto da carta lançada pela reitoria da UENF onde foi dito que ações serão tomadas para “proteger o patrimônio público da universidade”, outro leitor deste blog me lembrou do problema da falta de acessibilidade que persiste no campus, e me enviou as imagens abaixo que demonstram quão difícil é circular no campus, seja a pessoa portadora de algum tipo de deficiência física ou não.

acesso 5 acesso 4 acesso 3 acesso 2 acesso 1

Ai eu me coloquei a pensar e lembrei que no cada vez mais distante ano de 2011, a UENF contratou os serviços de uma empresa chamada SERV NORTE para refazer as calçadas e melhorar as condições de acesso dentro do campus, ao custo de R$ 1.257.305,04  como mostra a placa abaixo.

acessibilidade

Ai eu pergunto à reitoria da UENF: onde anda o mesmo senso de urgência para proteger o patrimônio público e os membros da comunidade universitária da UENF que têm de circular por essas vias internas tão impróprias e que, inclusive, já causaram quedas e contusões? 

Pelo jeito, estamos diante de um caso explícito de preocupação seletiva por parte da reitoria da UENF. Enquanto isso, salve-se quem puder!

Um pensamento sobre “Inacessibilidade no campus: a degradação do patrimônio que a reitoria da UENF não vê (ou finge que não vê)

  1. UENFIANO disse:

    Olá, por motivos óbvios, não vou me identificar! Se é para zelar pelo patrimonio público vamos faze-lo de verdade! Aí vão tres contribuições 1- Vc está se esquecendo de mencionar a cancela automática que foi colocada na portaria principal, para acesso de carro da comunidade universitária e visitantes, foi distribuido o TAG e NUNCA funcionou! 2- Aquela casinha que vc postou a foto, no exemplo de degradação (2), com uma pedra segurando a porta é o local onde está o gerador (fantasma) de energia elétrica ‘a diesel do anexo do CCT que nunca funcionou desde sua instalação, na gestão do Reitor Raimundo Bras. Hoje, o local serve de deposito irregular de resíduos, descarte de reagente químico dos laboratórios do anexo do CCT. 3- A rede WI-FI no anexo do CCT, P5 E CBB e em demais locais nunca funcionou direito, na maioria das vezes ninguém consegue acessar mesmo tendo cadastro de seu MAC da placa rede efetuado com sucesso. Por hora está bom né? DEPOIS MANDO MAIS PARA NÃO GASTAR TUDO DE UMA VEZ SÓ!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s