Servidores fecham entradas da UENF para protestar contra Pezão

O campus da UENF em Campos dos Goytacazes amanheceu fechado por servidores ligados ao SINTUPERJ numa forma de protesto contra o que eles consideram ter sido um processo de discriminação cometido pelo (des) governador Luiz Fernando Pezão no envio do projeto de lei 3050/2014 que reajustou (precariamente devo dizer) os salários de professores e servidores da instituição.

Esse fechamento ocorre num momento bastante delicado, visto que a direção executiva do SINTUPERJ, que está localizada no campus Maracanã da UERJ, enviou correspondência desautorizando a greve dos servidores técnico-administrativos da UENF.

De toda forma, esse protesto demonstra que a fórmula adotada pelo Secretaria de Planejamento e Gestão (SEPLAG) e pela própria reitoria da UENF não acalmou os ânimos, o que promete causar ainda outros protestos ao longo de 2014, coincidindo com um processo eleitoral que já se avizinha bastante problemático para Luiz Fernando Pezão, que agora se tornou o alvo da ira dos servidores da UENF.

Abaixo imagens do protesto.

IMG_9447 IMG_9448 IMG_9468

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s