A direita e o monopólio do xingamento

Uma coisa que deveria me impressionar, mas não impressiona, é a determinação da direita brasileira de querer exercer o monopólio do xingamento. Não fui claro? Eu explico! 

Nos últimos meses, especialmente após a derrota de Aécio Ne (ver)!, temos assistido a um verdadeiro tsunami de xingamentos contra a presidente Dilma Rousseff e o PT. É ladrão para lá, é ladrão para cá, e por ai vai. Enquanto isso, ficam os tucanos e demais direitistas se apresentando como vestais da moral e dos bons costumes, como se as evidências factuais não demonstrassem que se há algo em que não podem apontar o dedo é sobre ser corrupto ou não. Afinal de contas, a privataria tucana está ai debaixo dos olhos de quem quiser olhar!

E o interessante é que nem é preciso ser petista ou defensor do governo Dilma para ser imputado como defensor de seus malfeitos. Basta apontar o dedo para o fato de que a direita rouba igual ou mais do que o PT para se ouvir desaforos tão grandes quanto a tunga que foi feita por FHC no patrimônio público brasileiro quando entregou as estatais em troca de moeda podre e com subsídios do BNDES!

Isso tudo é feito para que com o monopólio do xingamento estabelecido, ninguém possa pensar para além desse cenário de falsa diferença moral que os tucanos e seus aliados na extrema direita querem pintar.

Para mim é simples: na atual conjuntura não há que se poupar Dilma e PT de suas culpas. Mas dai achar que todos os males estão concentrados neles é muita ingenuidade ou, mais simples ainda, desonestidade pura.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s