Corte francesa mantém condenação da Monsanto pela contaminação do agricultor Paul François

paul françois

A corporação Monsanto sofreu uma dura derrota numa corte de apelação na França em relação à condenação sofrida em 2012 pela contaminação do agricultor da região de Lyon Paul François. Segundo o que ficou decidido na justiça, a Monsanto não prestou as devidas informações sobre os efeitos trazidos pela inalação do agrotóxico organoclorado “Lasso” que possui altas concentrações da substância “monoclorobenzeno”. Como resultado disso, Paul François teria sofrido uma série de problemas de saúde, incluindo perda de memória, dores de cabeça e gagueira.

Após a decisão, Paul François declarou a imprensa que esta era “uma vitória de pote de terra contra o pote de ferro”, e que essa decisão demonstra que nem a Monsanto está acima da lei.

É interessante notar que antes de ser retirado do mercado francês em 2007, o “Lasso” já havia sido banido na Bélgica em 1992, e retirado do mercado no Canadá em 1987. 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s