Governo dos EUA move ação contra editor de “trash science”

Pay and Get Published_scaled

A partir da página pessoal do jornalista Maurício Tuffani na rede social Facebook tomeiconhecimento de um desdobramento bastante peculiar em relação ao OMICS Group Inc, um dos principais produtores mundiais de “trash science”.  É que a partir do blog “Retraction Watch”, pudemos tomar conhecimento de uma ação movida por úm órgão do governo dos EUA, o Federal Trade Commission, contra o OMICS Group por uma série de violações de códigos de conduta, começando pelo anúncio de que usaria o sistema de “avaliações por pares”, quando este não seria o caso (Aqui!).

FCT suit

Mas os problemas envolvendo as práticas comerciais do OMICS Group também envolveriam a ocultação dos altos custos associados à publicação de artigos em suas muitas revistas até que fosse dado o “aceite”. A partir começaria a ocorrer outra prática considerada prejudicial aos pesquisadores incautos que seria a dificuldade de retirar um dado determinado do processo de publicação. Ao fazer isto, o  OMICS Group impediria que o artigo pudesse ser resubmetido em outra revista. 

Outra parte da ação da FCT contra o OMICS Group envolve a realização de conferências (provavelmente caça-niqueis) com taxas de inscrição muito caras e que prometem a presença de pesquisadores renomados que acabam não comparecendo. Em outras palavras, o OMICS Group cobra caro e não entrega o prometido.

Essa ação de caráter pioneiro certamente não será a última que será movida contra editores predatórios. A novidade aqui é que está se inaugurando este novo momento na relação da comunidade científica com as editores predatórias se dá pela força da intervenção direta do governo dos EUA.  Mas é interessante notar que parte dos elementos utilizados para construir o caso contra o OMICS Group já eram de conhecimento de boa parte da comunidade científica,. Isto levanta a questão óbvia de porque tanta gente ainda se dispunha a enviar artigos científicos para serem analisados para possível (e quase certa) publicação por este editor de “trash science”.

Para quem quiser ler a íntegra da ação da FCT, basta clicar (Aqui!)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s