Sérgio Moro e suas múltiplas palestras nos EUA: sou só eu que acha estranho?

moro_0

A revista Veja traz na edição que chega às bancas neste final de semana mais uma daquelas edições premonitórias sobre o fim da carreira política do ex-presidente Lula. Em uma das matérias que compõe essa edição funerária há espaço para uma rápida entrevista com o juiz federal Sérgio Moro após ele conceder uma palestra em um seminário organizado pela escola de Direito da Universidade da Pensilvânia sobre a formação de líderes íntegros e a difusão de bons valores na vida pública (Aqui!).

Dessa situação me aparece a seguinte indagação: sou só eu que acha estranho que Sérgio Moro esteja aparentemente passando mais tempo em solo estadunidense do que no seu escritório em Curitiba?

Como um juiz de primeira instância que guarda a estas alturas um arquivo colossal sobre o funcionamento de uma das maiores empresas petrolíferas do planeta, acho curioso que ele possa estar indo tanto aos EUA, sem que ninguém no Brasil se dê ao trabalho de perguntar que tipo de encontros  ocorrem nas margens de eventos supostamente acadêmicos. E, mais ainda, quem está financiando todas essas viagens.l

É que tendo vivido nos EUA por um bom tempo não me lembro deste tipo de vai-e-vem. Além disso, os EUA são especialistas em bajular para depois obter as informações que precisam. Além disso,  se fosse o contrário e o fosse um juiz de primeira instância cuidando de casos da Chevron ou da ExxonMobil, posso dizer com tranquilidade que pelo menos o FBI estaria acompanhando as andanças do magistrado com extrema atenção.

Mas como estamos no Brasil, pelo jeito a segurança corporativa não é algo que incomode tanto as autoridades de facto em Brasília.

6 pensamentos sobre “Sérgio Moro e suas múltiplas palestras nos EUA: sou só eu que acha estranho?

  1. AntimidiaBlog disse:

    Julgar, ou levantar suspeitas, em cima de comportamentos sempre me pareceu atitudes que amparam pensamentos totalitários…………..ainda mais se valendo de termos como “suposto”………é como acontece em alguns lugares da cidade de São Paulo onde ciclistas são chamados de comunistas………….não sou eu que vou levantar aqui a bandeira de que os órgãos de justiça são impolutos, mas acho que questionar as palestras do Moro, como ele questionou as do Lula, não me parece o melhor caminho………é outro contexto……….atacar o mensageiro e não a mensagem sempre me pareceu suspeito………….e diria que a PF não estar investigando isso é lindo……..não é sua obrigação, o fato de ele dar palestras em qualquer lugar do planeta não é um problema criminal nem de longe……..posso até ver uma teoria da conspiração, que não sustenta o mínimo indicio que justifique ação da qualquer órgão policial ou de controle………acredito que pela lei, e como qualquer trabalhador, ele tem que apresentar justificativas para eventuais faltas, comprovantes e certificados…….enfim, os superiores dele são responsáveis por averiguar tudo isso e autorizar, punir, dar bronca, fazer o que for…….o FBI, ou a PF, fazer isso é indício de Big Brother, não de zelo……..é claro que os EUA, assim como qualquer lugar do mundo, tem políticas positivas em sua sociedade………mas NSA, CIA, FBI e algumas outras siglas são tentáculos do Estado que não servem aos interesses dos cidadãos e da sociedade………….ao contrário, são armas do Estado que trabalham contra os cidadãos e a sociedade……….

    • Bom, eu não sou nem favorável às restruições de liberdade intelectual ou a favor do controle do Estado a partir do aparato de segurança e espionagem. Agora, me desculpe, conhecendo de perto os EUA, eu me reservo ao direito de achar essa proximidade entre Sérgio Moro e os EUA algo que mereceria um olhar mais próximo dos nossos órgãos de inteligência. É que o passado mostra como os EUA operam, e aí, me desculpe, não cabe nenhum tipo de ingenuidade.

      • AntimidiaBlog disse:

        Como diria a letra da música do grande Plebe Rude…….”ninguém aqui nasceu ontem, e nem vai morrer amanhã”………e, obviamente, você tem todo direito não só de achar, mas de espelhar aos quatro ventos a teoria que quiser………também acredito, acompanhando seu blog, que você não seja a favor de restrições e controle……..o que insisto é que a sua abordagem sobre as palestras do Moro, e de como as autoridades, e sociedade, deveriam lidar com ela, amparam pensamentos totalitários…..

      • Eu diria que mantenho o que disse na postagem e respeito o seu direito de criticar. Vamos deixar que a história siga o seu curso para vermos se estou certo ou errado.

      • AntimidiaBlog disse:

        O que me preocupa, na verdade, é como a sociedade vai lidar com o fato se você estiver certo, ou como ela vai lidar com o fato se você estiver errado………….em qualquer um dos casos pode ser uma reação que ampara um pensamento totalitário……..

      • Bom, creio que estamos é uma questão que teremos de acompanhar para ver como se desenrola. De minha parte, como parte do que me propus a fazer neste blog, apenas constatei algo que me pareceu inquietante.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s