A luta contra a mineração de bauxita na Serra do Brigadeiro e sua importância na atual conjuntura nacional

mineracao-3

Às vésperas do aniversário de um ano do rompimento da barragem de Fundão em Mariana (MG), a população de Rosário da Limeira (na região da Zona da Mata Mineira) está mobilizada para impedir a expansão das atividades de mineração de bauxita da Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), que pertence ao Grupo Votarantim, no entorno do Parque Estadual da Serra do Brigadeiro.  Para quem não conhece aquela área, a Serra do Brigadeiro é um ponto ecologicamente sensível e responsável pelo abastecimento de vários importantes, além de conter um importante fragmento preservado de Mata Atlântica.

As razões da rejeição das comunidades que vivem no entorno da Serra do Brigadeiro estão diretamente ligadas aos graves danos sociais e ambientais que acompanham a atividade de mineração, e que ficaram ainda mais claras com o caso do TsuLama da Samarco.

Interessante notar que no último sábado (29/10) houve uma grande manifestação no distrito de Belisário (que pertence ao município de Muriaé), e que teve uma forte participação de jovens e de moradores que ocupam historicamente as áreas que agora se encontram sob ameaça das atividades de mineração da CBA (ver folheto abaixo).

Esse tipo de mobilização comunitária é importante porque coloca em xeque a narrativa oficial (e até de alguns setores chamada “esquerda”) de que tudo está “dominado” na política brasileira, usando como argumento os resultados das eleições municipais, e  que não há como resistir às políticas ultraneoliberais que estão sendo impostas de baixo para cima por um governo sem qualquer legitimidade para isto.

A verdade é que mobilizações como a que está ocorrendo na região da Serra do Brigadeiro é que a população brasileira está pronta para se organizar e defender um outro modelo econômico que difere diametralmente daquele que está sendo imposto pelo governo “de facto” de Michel Temer.

Resta ver agora quem vai se dispor a ampliar o nível da organização das camadas da população que já estão mobilizadas para defender seus direitos.

Abaixo cenas da mobilização em no distrito de Belisário.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s