Mudanças climáticas, uma realidade perigosa

É o que acredita a maioria dos habitantes dos EUA (eleitores republicanos inclusos)

Imagem relacionada

Uma pesquisa realizada pela Monmouth University mostra que a maioria dos habitantes dos EUA (78% dos entrevistados, ou seja quase 8 em cada 10 estadunidenses) acredita que as mudanças climáticas estão de fato ocorrendo, e 54% delas  pensam que elas representam um problema sério para a Humanidade [1].

A pesquisa mostra ainda que até entre os eleitores do Partido Republicano do presidente Donald Trump, a maioria (54%)  acredita que as mudanças climáticas estão de fato ocorrendo, o que vem a ser uma mudança significativa já que esse segmento é normalmente composto por céticos.

O predomínio entre os estadunidenses de que as mudanças climáticas estão ocorrendo e representam um sério problema para a Humanidade não cria apenas embaraços para Donald Trump, mas também para o futuro chanceler brasileiro, o cético embaixador Ernesto Araújo, que atribui a uma trama comunista a ideia de que a Terra está passando por uma mudança climática [2].  

4000

Ernesto Araújo, à direita, foi indicado pelo presidente eleito Jair Bolsonaro, à esquerda, para ser o principal diplomata do Brasil. Sua nomeação poderia minar o papel de liderança do Brasil na mudança climática. Foto: Sergio Lima / AFP /

Essa posição cria ainda embaraços sérios para o Brasil que acabou de se desresponsabilizar da realização da 25a. edição da Conferência Climática da ONU em 2019 (a chamada COP25) [3]. É que se até entre o eleitorado dos republicanos há uma maioria que considera as mudanças climáticas um fato da realidade, como justificar que o país que possui a maior extensão de florestas tropicais possa assumir a retórica de que tudo não passa de uma trama comunista como sugere o futuro ministro de Relações Exteriores?

Falando na Conferência Climática da ONU que começou em Katowice, a COP24, é interessante o pessoal do Observatório do Clima que está participando do evento, principalmente em termos das medidas objetivas que o Brasil e seu futuro governo deveriam adotar a partir de 2019 [4].

De toda forma, há que se ver ainda o que acontecerá nos EUA a partir da tomada da Câmara  de Representantes pelo Partido Democrata. É que quando se trata das mudanças climáticas, os democratas são ainda mais firmes em reconhecer que estamos passando por uma importância no clima da Terra.


[1] https://www.monmouth.edu/polling-institute/documents/monmouthpoll_us_112918.pdf/

[2] https://blogdopedlowski.com/2018/11/15/the-guardian-novo-ministro-das-relacoes-exteriores-do-brasil-acredita-que-mudanca-climatica-e-uma-trama-marxista/

[3] https://blogdopedlowski.com/2018/11/28/sob-a-lideranca-de-bolsonaro-brasil-renega-organizar-conferencia-climatica-da-onu/

[4] http://www.observatoriodoclima.eco.br/nossas-expectativas-para-cop24/

 

Um pensamento sobre “Mudanças climáticas, uma realidade perigosa

  1. profpaulobrites disse:

    Segundo o já presidente de facto Jair Bolsonaro (ainda não assumiu, ma já está dando as ordens) “isso é coisa de marxista, petista, comuista, etc”. Salve-se quem puder.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s