Brasil bate recorde de aprovação e uso de agrotóxicos em 2021

brasilien_agronegocio_toxico

” Agronegócio Tóxico”. Cartaz da Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida. FONTE:@CONTRAOSAGROTOXICOS

Por Ulrike Bickel para o Amerika21

Brasília. O governo do presidente de ultradireita Jair Bolsonaro, que está no cargo desde 2019, bateu recorde em seus 36 meses de mandato: 474 agrotóxicos foram aprovados no primeiro ano de seu mandato, 493 em 2020 e um total de 1.558 pelo final de 2021. Os dados são baseados nos arquivos divulgados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Um total de cerca de 3.618 agrotóxicos está atualmente aprovado (em 21 de janeiro de 2022). Isso torna o Brasil o líder global. Muitos desses “novos” produtos foram proibidos na UE há 20 anos com base em evidências científicas de seus efeitos nocivos para os seres humanos e a natureza.

Desde o golpe parlamentar de 2016 contra a então presidente Dilma Rousseff, o país é palco de uma onda de novas aprovações de agrotóxicos: em 2016, foram aprovados 277 produtos, no ano seguinte, 2017, foram aprovados 404 novos venenos agrícolas, e em 2018, o governo registrou mais 449 (relatado Amerika21 ).

Entre doze e 16 quilos de agrotóxicos por hectare são usados nos campos do Brasil , segundo o pesquisador Prof. Larrisa Bombardi em seu atlas de 2021 “Geografia do Uso de Pesticidas no Brasil e Conexões com a União Europeia“. Ela teve que deixar o país em 2021 por causa de ameaças relacionadas à sua pesquisa.

O agrônomo Leonardo Melgarejo, do Movimento pela Ciência Cidadãalerta que todos sofrem com o uso descontrolado desses agrotóxicos. Segundo o pesquisador, as consequências estão se espalhando por todas as regiões do país, por mais distantes que estejam as pessoas.

Segundo Melgarejo, um bilhão de litros desses agrotóxicos são usados ​​no Brasil a cada ano, muitos dos quais são tóxicos para os polinizadores e muitos deles vazam para a água, onde prejudicam os organismos aquáticos e contaminam a água potável. Segundo Melgarejo, estudos de qualidade da água descobriram que pelo menos 25% das comunidades pesquisadas têm até 27 tipos de toxinas na água. Então a possibilidade de contaminação é grande, mesmo estando longe das culturas.

Movimentos sociais, incluindo a “Campanha Permanente contra os Agrotóxicos e pela Vida” e o ministério ecumênico rural CPT , documentam continuamente a intoxicação por agrotóxicos em áreas rurais.

A agroindústria e os grandes produtores que utilizam as toxinas, por sua vez, disfarçam seus efeitos tóxicos ambientais e à saúde por trás de termos como “defensivos agrícolas”, “produtos fitossanitários” ou “produtos de proteção agrícola”.

color compass

Este texto foi escrito inicialmente em alemão e publicado pelo Amerika21 [Aqui!].

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s