(Des) governo Pezão continua brincando com a vida dos servidores e da população fluminense

cabral pezao

O (des) governador Luiz Fernando Pezão deu ontem uma entrevista para lá de otimista onde prevê um ano de 2016 sem parcelamento de salários dos servidores estaduais (Aqui!). O que Pezão esqueceu de forma compreensivelmente (para ele é claro) confortável é que o ajuste de calendário feito para impedir novos parcelamentos pune de forma implacável os servidores que possuem contas para pagar (inclusive impostos estaduais) no início de cada mês.

Além disso, o otimismo todo de Pezão é um gigante de pés de barro, visto que a razão básica da hemorragia financeira do Rio de Janeiro que são as bilionárias isenções fiscais oferecidas pelo seu atual secretário de Fazenda, o Sr. Júlio Bueno, quando ainda ocupava a secretaria estadual de Desenvolvimento Econômico. Somada a essa bondade com o dinheiro dos contribuintes, Pezão continua apostando na fórmula da propaganda para ocultar a situação catastrófica em que as contínuas gestões do PMDB colocaram os cofres do Rio de Janeiro.

A única coisa certa é que dadas as condições existentes o ano de 2016 será muito difícil para os servidores públicos e para a população que depende de seus serviços. É que mantidas as previsões mais realistas, o que teremos este ano é uma sucessão de crises e atrasos que inevitavelmente deverão levar a greves e paralisações em setores essenciais. E depois que ninguém culpe os servidores!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s