TV australiana ABC produz reportagem devastadora sobre o TsuLama da Samarco

Tsulama

Enquanto no Brasil ficamos distraídos com os embates em torno do mandato de Dilma Rousseff, os pedalinhos do sítio frequentado por Lula em Atibaia e o triplex que a Família Marinho construiu em uma área de proteção ambiental em Paraty, o canal australiano ABC produziu e levou ao ar ontem (29/02) um documentário de 45 minutos sobre as causas e responsabilidades pelo rompimento da barragem Fundão em Bento Rodrigues (MG).

O principal mérito da reportagem produzida pelo repórter Ben Knight, sob o título de “Falha Catastrófica”, é mostrar de forma apurada o drama que os moradores de Bento Rodrigues continuam vivendo em meio ao crescente esquecimento que vem sendo propositalmente produzido para garantir a impunidade da Mineradora Samarco e das suas controladoras, Vale e BHP Billiton.

É interessante notar que enquanto no Brasil a Vale e a Samarco estavam sendo blindadas pela mídia corporativa no Brasil, na Austrália a BHP Billiton está recebendo o tratamento devido em termos de exposição das suas responsabilidades pela catástrofe que foi imposta sobre a população de Bento Rodrigues e de todos os municípios que acabaram recebendo o impacto do TsuLama.

Um dos pontos que eu particularmente gostei foi o momento em que a Samarco se recusa a responder as perguntas formuladas pelo repórter da TV, o que se mostrou um momento de tremenda saia-justa.

Assim, apesar da maior parte da reportagem estar em inglês, o seu conteúdo é bastante compreensível. Quem tiver interesse em assistir, basta clicar (Aqui!).

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s