TsuLama: ainda impune pelo incidente de Novembro, Samarco faz planos para voltar a utilizar a barragem de Fundão

O jornal Folha de São Paulo publicou uma matéria assinada pelo jornalista José Marques que tem tudo para transformar numa prova cabal de que a Mineradora Samarco (Vale + BHP Billiton) tem completa e total certeza de sua impunidade (Aqui!).

Chamo atenção abaixo, usando imagem da matéria, para mostrar que as mineradoras Vale e BHP Billiton, que são efetivamente as donas da Samarco, vem se valendo de todo tipo de estratégia para não conter o vazamento da barragem rompida em 05 de Novembro de 2015, enquanto fazem planos para voltar a despejar rejeitos de suas atividades de mineração em seu interior. De quebra, ficamos sabendo que o governo de Minas Gerais sabia das obras que resultaram no rompimento da barragem do Fundão.

samarco

A questão que fica evidente a partir da leitura desta reportagem é de que as mineradoras continuam tocando seus negócios como o TsuLama nunca tivesse existido, e fazem planos para lucrar imensamente com a desgraça dos moradores de Bento Rodrigues.

E para quem pensa que a situação da Samarco é uma exceção na situação das barragens de rejeitos de mineração no Brasil, melhor pensar de novo. É que segundo reportagem publicada pelo jornal Valor Econômico e assinada pelo jornalista pelo jornalista Murillo Camaratoo,  72% das barragens consideradas em condição de maior risco “sequer foram fiscalizadas pelo poder público nos últimos quatro anos“, e que o montante fiscalizado não chega nem a 50% dos reservatórios existentes no território nacional (Aqui!). (ver gráfico abaixo).

barragens

E para piorar todo o prospecto socioambiental em torno das atividade de mineração, temos no congresso uma proposta que precariza ainda mais o chamado “Código de Mineração”, e abra caminho para uma ação ainda mais deletéria das mineradoras. É como se o TsuLama nunca tivesse existido, e o que importa é abrir ainda mais o caminho para suas múltiplas repetições.

Enquanto isso, os rejeitos continuam fluindo para o Rio Doce e a expectativa é de que uma estação chuvosa forte faça o desastre de Novembro parecer apenas um ensaio.  Enquanto isso, a Samarco e a Vale continuam divulgando suas propagandas bonitas para demonstrar um compromisso com a sociedade que não resiste a uma visita a Bento Rodrigues. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s