Um pouco de Neil Young não faz mal a ninguém

young

O ano de 2017 começou com vários fatos e acontecimentos que parecem nos mostrar um daqueles momentos históricos em que tudo está mais para ruim do que para bom.  Nesses tempos, um pouco de inspiração para construirmos m mundo com mais utopias e menos desgraça é sempre bom.

Para isso, pelo menos para mim,  Neil Young é ainda das fontes onde procuro inspiração para minhas próprias utopias. É que entre suas idas e vindas, Young ainda nos oferece utopias que são bem melhores que a realidade que querem nos empurrar.

Aproveitem uma versão do “Mother Earth” em performance de Young e o Promise of the Real.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s