Debate sobre auxílio-moradia a autoridades públicas gerou mais de 250 mil menções no twitter, destaca FGV DAPP

Imagem relacionada

Análise aponta também que João Amoedo foi o terceiro presidenciável mais mencionado na última semana, logo após Lula e Bonsonaro

Nova edição do “DAPP Report – A Semana em Dados”, publicada nesta sexta-feira (09/02), aponta que o debate nas redes sobre a concessão de auxílio-moradia para integrantes do Poder Judiciário e do Ministério Público provocou mais de 250 mil menções no Twitter em apenas dez dias (de 29 de janeiro a 07 de fevereiro) — somente a hashtag #auxíliomorodia esteve presente em 48,2 mil postagens. As discussões, iniciadas com a divulgação de que o juiz Marcelo Bretas usava o auxílio, atingiram de forma contundente expoentes da Lava Jato, como Sergio Moro (71,4 mil tuítes) e Deltan Dallagnol (2,3 mil).

>> Confira a íntegra do estudo em PDF

Apesar da polarização existente nas redes sociais quanto à política brasileira, o tema conseguiu unanimidade. A discussão inclui pessoas de esquerda, direita e outras sem ligação com partidos políticos, mas que aderiram a um discurso crítico ao benefício. Entre as principais postagens críticas ao auxílio-moradia, por exemplo, estavam as de Lula e João Amoedo.

Além disso, as discussões sobre o auxílio-moradia influenciaram o debate sobre temas econômicos, especialmente a Reforma da Previdência. Os usuários questionam a real necessidade da reforma, do ponto de vista das contas públicas, quando são pagos altos benefícios aos magistrados.

O Judiciário e o Ministério Público dividem espaço com o debate direcionado individualmente a Sérgio Moro e aos demais personagens da Lava Jato. As críticas e reflexões sobre os benefícios e privilégios dos servidores da Justiça, assim como sobre a disparidade de remuneração destes e de outros funcionários públicos em relação à sociedade brasileira, responderam por 20% da discussão.

FONTE: Insight Comunicação

2 pensamentos sobre “Debate sobre auxílio-moradia a autoridades públicas gerou mais de 250 mil menções no twitter, destaca FGV DAPP

  1. Marco Antônio disse:

    O malandro-otário, ou sonso, que trouxe o instituto do auxílio moradia para dentro das cortes e dos MP foi o Nelson Jobim, na época ele era presidente do STF. Professor Marcos vou lhe relatar um pequeno acontecimento que ocorreu no meu trabalho: não entrarei em detalhes para não me identificarem… (pois como todos sabem vivemos em um “Estado Democrático de Direito”… KKKKKK). O Conselho Nacional fez fiscalização no órgão em que trabalho e a autoridade, meu chefe, teve que preencher um questionário onde uma das perguntas era se o mesmo trabalhava e morava na mesma comarca como determina a Constituição, a resposta do que meu chefe foi que ele trabalhava em um município e morava em outro, porém estes municípios eram da região metropolitana do Rio. Preenchido o formulário encaminhei o mesmo para o destino. Dias depois meu chefe pediu para encaminhar seu formulário solicitando o auxílio moradia onde constava a mesma pergunta do formulário do Conselho Nacional, e a resposta foi parecida, trabalhava em um município e morava em outro, aqui não foi mencionada a região metropolitana. Algum tempo depois, chegaram juntas as respostas de ambos os formulários. O do Conselho Nacional constava que realmente meu chefe não precisaria cumprir a Constituição pois o Conselho aceitava a desculpa da região metropolitana. A resposta da instituição em que trabalho foi de que realmente meu chefe tem direito ao auxílio pois trabalha em um município e mora em outro. Simples assim: Para o ônus é região metropolitana e para o bônus são dois municípios diferentes. E no final todos viveram felizes para sempre… VIVA A REVOLUÇÃO POPULAR!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s