Quem cuidará da segurança para que a Uenf possa continuar funcionando?

inseguranca

As diversas unidades da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), a começar pelo campus Leonel Brizola em Campos dos Goytacazes, estão basicamente deixadas à mercê do imponderável quando a coisa se trata de proteger sua comunidade e sua infraestrutura física.

A coisa começou a azedar no segundo semestre de 2016 quando cansados de trabalhar sem receber os segurança patrimoniais que ainda garantiam um mínimo de controle dentro da Uenf resolveram, corretamente diga-se de passagem, abandonar seus postos.

Além disso, os policiais militares ligados ao programa de complemento salarial conhecido como Programa Estadual de Integração na Segurança (PROEIS) que atuavam dentro do campus Leonel Brizola foram retirados pela própria Polícia Militar em função da falta do repasse financeiro devido pelo “bico oficial” que eles prestavam à Uenf.

Desde então, e lá se vai mais de meio ano, a Uenf funciona com o apoio de visitas ocasionais de rádio patrulhas e de policiais militares colocados em pontos estratégicos do lado externo do campus Leonel Brizola.

Em suma, as pessoas que trabalham e estudam na Uenf vem vivendo uma situação que beira o caos, visto que dada a grave crise social e econômico que o Brasil atravessa, o nível de violência vem aumentando sensivelmente. E as cidades do Norte/Noroeste Fluminense onde a Uenf atua não são exceção.

Felizmente até agora tivemos “apenas” alguns de atos de vandalismo e o roubo de 10 trinca ferros que estavam hospedados numa unidades experimentais do Laboratório de Ciências Ambientais (LCA) no campus Leonel Brizola. Assim, apesar de lamentáveis, essas ocorrências não implicaram em atos de violência contra pessoas. Isso até agora, pelo menos.

Essa situação gerou  e está gerando um compreensível estado de apreensão na comunidade uenfiana, especialmente para os que precisam estar no interior da universidade no período noturno, como é o caso dos professores e dos alunos dos cursos de licenciatura.

O interessante nisso tudo é que a Uenf é sempre prioridade nos discursos dos políticos, mas quando uma coisa drástica como essa ninguém aparece para oferecer soluções.  Até parece que a universidade não é uma das principais ferramentas de desenvolvimento que o interior norte do estado do Rio de Janeiro possui. Aliás, o que dizer da importância econômica, cultural e social da Uenf para a cidade de Campos dos Goytacazes?  

Mas passado quase um mês do início de seu mandato, o jovem prefeito de Campos, Rafael Diniz, ainda não deu qualquer passo no sentido de estabelecer algum tipo de apoio da Guarda Civil Municipal na Uenf.   E certamente não foi por falta de conhecimento da grave financeira que o (des) governo Pezão vem impondo à universidade.

Nesse sentido, é interessante lembrar que na visita realizada ao campus Leonel Brizola, pelo então eleito prefeito de Campos,  Rafael Diniz declarou que “cuidar da UENF é um dever de todo cidadão campista. Vocês acabam de demonstrar aqui que há uma infinidade de projetos prontos para serem colocados em prática. Só falta mesmo vontade política. Quero estar presente na UENF e a UENF vai estar presente no nosso governo. Quero vocês dentro da Prefeitura” (Aqui!).

Bom, prefeito Rafael Diniz, que tal começar a cuidar da Uenf, começando pelo problema da segurança? É que sem ela, vai ser difícil a universidade voltar a um mínimo de normalidade. 

Vamos lá prefeito, a Uenf conta com o senhor, e espera que a ajuda não venha apenas depois que alguma coisa muito grave acontecer!

Um pensamento sobre “Quem cuidará da segurança para que a Uenf possa continuar funcionando?

  1. […] Quem cuidará da segurança para que a Uenf possa continuar funcionando? Marcos Pedlowski […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s