Estudo encontra glifosato em amostras de vinho e cerveja vendidos nos EUA

glyphosate-in-wine-and-beer-1024x536

Um estudo realizado por um grupo de proteção aos consumidores no estado da Califórnia, o CALIFORNIA PUBLIC INTEREST RESEARCH GROUP, encontrou diferentes níveis de contaminação pelo herbicida Glifosato em 19 de 20 amostras analisadas para algumas das marcas mais consumidas de vinho e cerveja. O estudo foi tornado público no último dia 25 de Fevereiro e traz uma sértie de alertas para o controle de resíduos deste agrotóxico, ainda que seus autores reconheçam que os níveis de concentração encontrados nas amostras analisadas ainda foram consideravelmente baixos.

calpirg report

Entre as marcas de vinho, a maior concentração de Glifosato foi encontrado  no “Sutter Home Merlot” com 51,4 ppb (partes por bilhão) ou 51,4 ug/L , enquanto nas cervejas a marca chinesa Tsingtao Beer foi a que destacou com 49,7 ppb. Entretanto, marcas famosas como Coors and Miller Lite também apresentaram concentrações de 25 ppb.

wine 1

Os autores do relatório enfatizaram que os níveis de glifosato encontrados não são necessariamente perigosos, mas que  ão preocupantes os riscos potenciais para a saúde. Segundo eles, o surpreendente é que o glifosato encontrou seu caminho em quase todos os tipo de cerveja e vinho testados, incluindo produtos orgânicos. Isso indicaria que os consumidores que quiser evitar o glifosato, devido aos seus efeitos na saúde, teriam dificuldades em fazê-lo.

O relatório concluiu que dada a onipresença do glifosato encontrada em muitos alimentos testados por outros cientistas e grupos, e a quantidade de glifosato pulverizado em todo o território estadunidesne as pessoas estão constantemente sendo expostas ao glifosato.

Como estão emergindo cada vez mais evidências das ligações do glifosato com diferentes tipos de câncer, os resultados deste estudo deverão trazer sérias consequências para os fabricantes de vinhos e cervejas que desejem vender seus produtos nos EUA. Enquanto isso no Brasil, o governo Bolsonaro vem aprovando uma quantidade absurda de agrotóxicos muito mais tóxicos do que o glifosato, sem que haja qualquer tipo de reação palpável até o momento. 

Quem desejar acessar o relatório da CALIFORNIA PUBLIC INTEREST RESEARCH GROUP, basta clicar [Aqui!]

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s